Maria Joana de Almeida Vieira dos Santos é doutorada em Letras pela Universidade de Coimbra (Linguística Portuguesa) desde 2000. Desenvolve trabalho de investigação em sintaxe (frase, verbo, preposição) e assegura a docência de cadeiras de Linguística Francesa (História da Língua, Sintaxe), Comunicação e Linguística Portuguesa (Sintaxe) em cursos de 1º e 2º ciclo. Publicou trabalhos sobre o conjuntivo e tem em curso a elaboração  de um manual de apoio sobre linguagem e comunicação.

Neste blogue, assinará a rubrica Café da Lusofonia, sobre questões de língua portuguesa, que abre com um comentário a um texto emblemático de Mia Couto, transcrito no post seguinte.