Fernando Matos Oliveira, docente do Grupo de Estudos Românicos da FLUC, prestou hoje provas de doutoramento na Sala Grande dos Actos da Universidade de Coimbra, com uma dissertação intitulada Poesia e Metromania. Inscrições Setecentistas, que constitui uma proposta de leitura assumidamente transversal e em regime culturalista da poesia portuguesa escrita entre 1750 e 1820, tendo obtido a mais alta classificação. O autor chegou às provas com uma obra de investigação já significativa, sobretudo na área do teatro e, em especial, na do cruzamento de teatro e performance, mas também na do ensaio literário ou na da edição de textos clássicos da literatura portuguesa.

Ao nosso colega, que em breve assinará neste blogue uma coluna sobre literatura de Setecentos, os nossos parabéns!